Leilão: tudo o que você precisa saber para começar a investir nesse ramo

Já falamos aqui no blog sobre as modalidades de licitação pública existentes e hoje vamos abordar especificamente o leilão.

Prepare-se para aprender um pouco mais sobre essa modalidade tão especial e comece a investir nela agora mesmo.

Acompanhe e boa leitura!

O que é o leilão?

O conceito desta modalidade de licitação pública está disposto no art. 22, § 5º da Lei nº. 8.666 de 21 de junho de 1993, que assim declara:

Leilão é a modalidade de licitação entre quaisquer interessados para a venda de bens móveis inservíveis para a administração ou de produtos legalmente apreendidos ou penhorados, ou para a alienação de bens imóveis prevista no artigo 19, a quem oferecer o maior lance, igual ou superior ao valor da avaliação.

No leilão, o objetivo é vender os seguintes itens:

  • bens móveis inservíveis: aqueles bens que não têm destinação pública definida;
  • produtos apreendidos: aqueles aos que foram apropriados pela fiscalização da Administração Pública;
  • bens dados em penhor: bens dados em garantia nos contratos de mútuo celebrados por instituição financeira, como no caso da Caixa Econômica Federal;
  • imóveis obtidos judicialmente ou de acordo com dação em pagamento.

Qualquer interessado, desde que seja  maior de 18 anos, pode participar de um leilão e leva o bem aquele que oferecer o maior lance, igual ou superior ao valor da avaliação.

Interessante destacar aqui que, para comprar, a Administração Pública pode se utilizar de diversas formas de licitação, como já vimos aqui, mas para vender algo ela é obrigada a realizar um leilão.

Essa é a única maneira de vender seus bens.

Como funciona o leilão?

O leilão, seja presencial ou online pela internet, funciona da seguinte forma:

  • é definido um valor mínimo para cada bem ou lote de bens que será vendido;
  • leva o bem aquela pessoa que der o lance mais alto acima desse valor mínimo, o chamado arrematante;
  • o arrematante recebe instruções de como realizar o pagamento e quando será liberado o imóvel.

Aqui vale destacar que, nos leilões online, o interessado deve fazer um cadastro prévio no site do leiloeiro para ter acesso e poder dar seus lances.

Assim que o leilão começar, o sistema vai exibindo os lotes que estão sendo leiloados e um relógio faz a contagem regressiva para o fim do pregão.

Benefícios de um leilão

Participar de um leilão é uma ótima maneira de adquirir diversos bens por um preço menor.

Afinal, em média, os produtos leiloados chegam a custar 40% menos do que o valor de mercado.

E, se você tiver sorte, pode até mesmo realizar uma compra pagando cerca de 65% abaixo do preço de mercado

Mas não é só isso, confira abaixo os principais benefícios de participar de um leilão:

1. Transparência: você compra aquilo que vê

Um dos maiores benefícios de participar de um leilão é que dessa maneira você compra aquilo que vê, nada de disfarces e daquela velha conversa de vendedor.

Não importa o tipo de leilão, se presencial ou online, os organizadores determinam datas e horários para visita dos bens que serão leiloados.

Assim, você pode conferir com antecedência as condições em que se encontram os bens, principalmente os automóveis e imóveis.

2. O poder está nas suas mãos

No leilão não existe nenhum vendedor te pressionando a fechar o negócios. É você sozinho que decide se vai dar o lance ou não.

Assim, o poder é todo seu.

Você faz sua pesquisa, analisa todos os prós e contras de adquirir aquele bem e dá o seu lance se achar que vale a pena, e se estiver dentro das suas possibilidades financeiras.

3. Inúmeras oportunidades de negócio

Em um leilão você pode encontrar os mais diversos bens: veículos, equipamentos industriais, computadores e imóveis de todos os tipos e preços.

Por isso, ele pode ser uma ótima oportunidade de adquirir até mesmo bens que não são encontrados facilmente no mercado.

Conclusão

O leilão pode ser uma ótima oportunidade para comprar os mais variados bens com transparência, independência e principalmente muita economia.

Por isso vale a pena investir nesse ramo de atividade!

E se você se interessou em participar de um leilão ou quer saber mais sobre essa e outras modalidades de licitação pública, entre em contato e confira nossa programação de treinamentos e workshops.

Por fim, mas não menos importante, continue seguindo nosso blog e mantenha-se atualizado sobre o assunto.



Deixe uma resposta